domingo, 13 de junho de 2010

Vida.


Penetrando no mar de desilusões e decepções, onde nada é certo, apenas incerto e duvidoso. Nada de fato faz sentido, apenas ficar sozinha, isso é sensato. Queria poder abraçar a vida e dizer que tudo nela é perfeito, mas na verdade não. A vida poderia ser mais fácil, ou ao menos parecer. Queria dizer com palavras certas, o quão difícil é ser tão legal, quando em troca, só me machuco com isso. Eu poderia viver inconseqüentemente, sem pensar em nada, em ninguém, apenas em mim mesma, isso seria coeso, mas também na verdade não. Prefiro viver do meu modo, fazendo as coisas que eu quero fazer, sem pensar no depois ou no amanhã, apenas.. Quero fazer tudo que estiver ao meu alcance, fazer o melhor de mim. Quero fazer de uma simples vida, uma grande diferença, e não apenas na minha. Quero poder sorrir, apenas por estar viva. Quero poder sair sem rumo, apenas com minhas músicas, e na companhia de meus belos livros. Quero poder gritar pra todos, o que de fato a minha vida é, e pensar que tudo vai mudar, basta eu acreditar. Eu quero poder amar a vida que levo, e aprender a conviver com os fatos, e transformá-los em grandes vitórias. Eu quero sonhar, e não ter limites pra poder transformar em realidade. Eu quero enfim, dizer que sou feliz, independentemente e acima de qualquer coisa, pois é assim que deve ser.

3 comentários:

Anônimo disse...

que massa. amei jú, muito lindo ! *-* .por: Liara.

Camilla disse...

liiinda foto !

Anônimo disse...

Original e sensato!

Gostei muito!