quinta-feira, 22 de abril de 2010

Vazio.


Sinto um vazio. Um imenso vazio. Algo bem mais profundo aqui dentro da alma. Algo que nem eu mesma sei o que é, e nem como preenchê-lo. Talvez lá no fundo eu apenas esteja sentindo falta de algo ou de alguém, ou talvez sejam apenas as memórias, as minhas memórias. Ou talvez simplesmente eu não queira admitir o fato de que falta algum pedaço, alguma parte de mim, pra se completar, ou de alguém que o complete. Não sei como explicar, apenas sei dizer que sinto isso constantemente. Mas tento fazer com que não pareça, tento não demonstrar, porque eu sei que ninguém iria entender o meu real sentimento. Por isso, na maioria das vezes prefiro ficar sozinha, às vezes meio solitária, com meus pensamentos, com minhas ilusões, e até com meus sonhos, porque parecem que eles são invisíveis pra alguns, que não compreendem o vazio e a falta que eu sinto.

3 comentários:

emily disse...

muito lindo esse texto!
tem que ser da minha amiiga *_*
por. emilyt.

Alice disse...

Não posso passar sem dizer nada néh...amei seu texto é muito melhor lendo do que escutar por telefone (ela entendeu).

ronald disse...

esse é muito legal, parabens!