segunda-feira, 4 de junho de 2012

-



E o meu silêncio não quer dizer ausência. O meu silêncio não tem um propósito definido. Talvez, ele somente queira mostrar que eu mudei. Na verdade, eu estou mudando porque eu preciso mudar. Mudei por mim, mudei porque eu tinha. Estou em uma metamorfose em que eu preciso de um espaço. Um espaço para me definir. Eu preciso de um pouco de solidão para me encontrar. Estou me adaptando a estar primeiramente sozinha, e estou gostando. Entretanto, talvez o meu silêncio tenha um propósito sim. Talvez eu precise dele para saber quem eu sou para os que eu vejo. Eu preciso dele para saber para qual direção estou seguindo e quem está comigo. Talvez a minha distância não queira dizer que eu quero ficar sozinha, mais que talvez seja o momento em que eu mais precise de companhia. Um carinho. Um abraço. Uma palavra de apoio. Uma palavra. Uma única e simples palavra que me faça sentir como se eu fosse a única no mundo.. para alguém. 

3 comentários:

Alana disse...

Que texto liiiiiiindo!!!

May-chan disse...

Adorei o texto. Também fico pensando nisso, me perguntando sobre os milhares de caminhos que se abrem a minha frente, se eu estou fazendo a escolha certa. Mas acho, que no final, nós é que temos que fazer da nossa escolha a certa, se não, não seria uma escolha.

Adorei o blog, parabéns ^^

Roberta Sâmya disse...

Muito lindo, rolou identificação! ;D